Graviola Extrato Seco 500mg - Cápsula

Código de Produto 00085H
R$54,07
Em estoque
1
Detalhes do produto

Indicação:

Auxiliar contra o envelhecimento precoce;
Auxiliar contra ateroma;
Auxiliar do sistema imunológico;
Auxiliar da formação de colágeno.


Saiba mais:

A Graviola apresenta no extrato da polpa quantidades significativas de compostos fenólicos e vitamina C (ácido ascórbico), além destes há ainda outros constituintes como cálcio, fósforo, fibras, vitamina A (retinol), vitamina B1 (tiamina), vitamina B2 (riboflavina), niacina, ferro.

Os compostos fenólicos de fontes vegetais podem ser divididos em dois grupos: os flavonóides e os não flavonóides, sendo que ambos são metabólitos secundários presentes em frutas e vegetais. A diferença dos grupos é feita pela estrutura química destes compostos. Os efeitos bioquímicos e farmacológicos dos flavonóides e da vitamina C são muito vastos, dentre estes se destacam as ações antioxidante, anti-inflamatória e antiplaquetária, além de efeitos antialergênicos.

Quando em alimentos, os flavonóides agem de forma a poupar o consumo de vitamina C, evitando a formação de radicais livres.

Os resultados e indicações referentes ao uso desse produto foram avaliados e comprovados pelo fabricante deste insumo farmacêutico e por estudos que comprovam a ação dos mesmos, conforme descrito nas referências bibliográficas. Não garantimos os resultados descritos, estes variam de pessoa para pessoa dependendo de diversos fatores como alimentação, prática de exercícios físicos, presença de outras patologias, bem como, o uso correto do produto conforme descrito na posologia.

Referências:

UNQUEIRA, N.T.V. et al. Cultura da Graviola. In: SILVA, J.M. de M., coord. Incentivo à fruticultura no Distrito Federal: Manual de fruticultura. Brasília: OCDF, COOLABORA, 1999.
BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Políticas de Saúde. Alimentos Regionais Brasileiros. Brasília, DF, 2002.
MELO, E.A.; GUERRA, N.B. Ação antioxidante de compostos fenólicos naturalmente presentes em alimentos. Bol. SBCTA. v.36, n. 1, p. 1-11, 2002.
KOO, H.M.; SUHAILA, M. Flavonoid (myricetin, quercetin, kaempferol, luteolin, and apigenin) content of edible tropical plants. J. Agric. Food Chemistry. Chicago: v.49, n. 6, p. 3106-3112, 2001.
TRUSWELL, A. S. Ascorbic acid (letter).
New England Jornal of Medicine, v. 315, p.709, 1986.
BIRCH, A.E. et al.
Antioxidant proprieties of evening primrose seed extracts. J. Agric. Food Chemistry, Chicago: v.49, p. 4502-4507, 2001.
BRENNA, O.V.; PAGLIARINI, E. Multivariate analyses of antioxidant power and polyphenolic composition in red wines.
J. Agric. Food Chemistry. Chicago: v.49, p. 4841-4844, 2001.
SELLAPPAN, S.; AKOH, C.C.; KREWER, G. Phenolic compounds and antioxidant capacity of Georgia-grown blueberries and blackberries. J. Agric. Food Chemistry, Chicago: v.50, n. 8, p. 2432-2438, 2002.
VINSON, J.A. et al. Phenol antioxidant quantity and quality in foods: fruits. J. Agric. Food Chemistry. Chicago: v.49, p. 5315-5321, 2001.
YILDIRIM, A.; MAVI, A.; KARA, A.A. Determination of antioxidant and antimicrobial activities of Rumex crispus L. extracts.
J. Agric. Food Chemistry. Chicago: v.49, p. 4083-4089, 2001.
ZHENG, W.; WANG, S.Y. Antioxidant activity and phenolic compounds in selected herbs. J. Agric. FoodChemistry. Chicago: v.49, p. 5165-5170, 2001.
WANG, S.Y.; ZHENG, W. Effect of plant growth temperature on antioxidant capacity in strawberry.
J. Agric. Food Chemistry. Chicago: v.49, p. 4977-4982, 2001.
RAUHA, J.P. et. al. Antimicrobial effects of Finnish plant extracts containing flavonoids and other phenoliccompounds. International Journal of Food Microbiology. Amsterdam: v.56, n.1, p. 3-12, 2000.
MONTEIRO, G.; SOARES, N.L.E. Mais uma utilidade: Identificado novo mecanismo pelo qual a vitamina C combate radicais livres.
Revista Pesquisa FAPESP, Brasil, p. 44 - 45, 01 abr. 2007.
FENSKE N.A.; LOBER C.W. Structural and functional changes of normal aging skin.
J Am Acad Dermatol. v.15, p.571-585, 1986.
YAAR, M.; GILCHREST, B.A. Cellular and molecular mechanisms of cutaneous aging. J Dermatol Surg Oncol. v.16, p.915-922. 1990.
CHAN, D. et al. Regulation of procollagen synthesis and processing during ascorbate-induced extracellular matrix accumulation in vitro. J Biol Chem, v.269, p.175-181, 1990.
RATH, M.; PAULING, L. Immunological evidence for the accumulation of lipoproteinin artherioesclerotic lesion of the hypoascorbemic guinea pig. Proc. Natl. Acad. Sci. USA, v. 87, n. 16, p. 6204-6207,1990.
Salgado, J.M. Alimentos inteligentes: saiba como obter mais saúde. São Paulo: Prestígio, 2005.
ALMEIDA, M.M.B. et al. Frutas tropicais do Nordeste Brasileiro: potencial antioxidante x fenólicos toais e ácido ascórbico. In: ENAAL - ENCONTRO NACIONAL DE ANALISTAS DE ALIMENTOS E CONGRESSO LATINO AMERICANO DE ANALISTAS DE ALIMENTOS, 2007, Fortaleza. Anais... Universidade Federal do Ceará.


"Venda sob prescrição de profissional habilitado, podendo este ser o nosso farmacêutico de acordo com a Resolução 586/2013 do Conselho de Farmácia. Consulte-o!"

Salvar este produto para mais tarde

Horário de Funcionamento:

Segunda a Sexta: 8h - 18h30. Sábados: 8h - 13h

Tire suas dúvidas com o farmacêutico.

(15) 3262-2345 / (15) 99842-0399​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​

Whatsapp

© 2020 by Innova Fórmula - Marca Registrada -  Farmácia de Manipulação Online

Eliane Melaré Corrêa & Cia Ltda. | CNPJ: 00.349.740/0001-38 |Farmacêutico Resp: Eliane Melaré Corrêa CRF SP 18975 Anvisa AFE nº 7.05.565-2 - Anvisa AE nº 1.38.465-9 | Certidão de Regularidade CRF/SP nº 21326 | Reg. Centro Estadual de Vigilância Sanitária – CEVS 354060601-477-000019-1-0 |  End.: R. José Bonifácio,105 - Centro – Porto Feliz(SP)- CEP 18540-000

 

O texto e as imagens de nossos produtos, são referentes a descrição técnica e ilustrativa dos mesmos, não configurando propaganda ou estímulo a automedicação. Para mais informações leia nossos Termos e Condições.