Óleo de Rosa Mosqueta - Óleo

Código de Produto 00096
R$33,77
Em estoque
1
Detalhes do produto

Atenua rugas e linhas de expressão;

Hidratar a pele;

Prevenir o envelhecimento precoce;

Previne desenvolvimento de estrias durante a gravidez;

Acentuado poder regenerador de tecidos da pele;

Tratamento de queimaduras;

Cicatrização de suturas;

Redução de cicatrizes antigas (hipertróficas, hipercrômicas e retráteis);

Quelóides;

Ulcerações;

Assaduras;

Ictiose e Psoríase.


Saiba mais:

O Óleo de Rosa Mosqueta está se tornando um dos principais aliados da beleza natural devido ao seu grande poder de regeneração de cicatrizes da pele, manchas, estrias e rugas.

Composto de ácidos graxos insaturados (oleico, linoléico e linolênico), carotenóides, flavonóides e vitamina C. O óleo é extraído das sementes e contém alto conteúdo de ácidos graxos insaturados, devido as suas características físico-químicas este óleo é considerado secante. A vitamina C é encontrada em seu fruto, e a polpa contém grande quantidade de pigmentos amarelos tais como carotenóides, flavonóides e xantofilas.

Óleo de Rosa Mosqueta pode ser usado como terapia preventiva para evitar ou retardar as manifestações de envelhecimento da pele, sendo que seu uso pode ser iniciado aos 20 anos, especialmente em pessoas que se queimam com facilidade ou que por diversas razões se expõe muito ao sol.

O óleo tem acentuado poder regenerador de tecidos e por isso é muito útil para tratar queimaduras, cicatrizes, suturas, redução de cicatrizes antigas, quelóides, ulcerações, assaduras, ictioses e psoríases.

Muito utilizado em massagens faciais com o objetivo de atenuar rugas e embelezar a pele, também é aplicado para atenuar linhas de expressão, hidrata a pele, previne o envelhecimento precoce e o desenvolvimento das estrias da gravidez.

Referências:

BATISTUZZO J. A. O, Itaya M, Eto Y. Formulário Médico Farmacêutico. 4 ed, São Paulo: Tecnopress, 2009.


"Venda sob prescrição de profissional habilitado, podendo este ser o nosso farmacêutico de acordo com a Resolução 586/2013 do Conselho de Farmácia. Consulte-o!"

Salvar este produto para mais tarde